sábado, 12 de junho de 2010

Já faz um tempo que eu estou tentando domar a preguiça e postar aqui a salada de cebola que temos preparado em casa como acompanhamento para carnes assadas e quetais.
Mais fácil de fazer do que encher forma de gelo, tira você do tédio do vinagrete cebola-pimentão-tomate e deixa sua imaginação fluir. Você pode prepará-la com aquelas cebolinhas pequenas, cortadas ao meio, que produzem um efeito estético interessante, ou cebolas grandes, em fatias não muito finas ou pétalas. Você vai calcular as quantidades de acordo com o número de piratas somalis que vai alimentar, mas seja generoso, ok?
Então, considerando que você vai usar cebolinhas pequenas, descasque e lave uma boa quantidade delas (+/- 500g para 3 pessoas). Coloque uma panela com água no fogo e quando ferver, coloque as cebolinhas inteiras; 5 minutos de fervura são suficientes porque você quer apenas escaldá-las, e não fazer sopa de cebola. Escorra e parta as bichinhas ao meio.
O tempero é muito flexível, mas eu tenho usado a seguinte combinação: 1 colher de sopa de chimichurri comprado no Mercado Central, 1 pitada de pimenta calabresa, 1 colher de sobremesa rasa de sal marinho, 4 colheres de vinagre (comum ou balsâmico, depende do que você tiver em casa, ou meio a meio, que é o que eu faço) e uma quantidade generosa de azeite. Mistura tudo isso aí e adiciona às cebolas ainda quentes.
A partir daqui, você tem duas opções: servir morna ou fria. Eu prefiro morna, então procuro misturar os temperos antes para que o chimichurri e a pimenta se reidratem e liberem seus sabores. Se for servir fria, é só misturar e colocar na geladeira.
Sucesso garantido; vai por mim.

Um comentário:

naomi disse...

jurema roncou.