terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Quando eu era criança eu adorava assistir à Retrospectiva da Globo; achava o maior barato ver quem tinha morrido (sério) naquele ano que estava acabando. Sempre odiei finais de ano mas as retrospectivas eram legais. Depois dos 19, 20 anos, quando a vida foi ficando cada vez mais séria, e triste, eu desistir de assistir às Retrospectivas.
Esse ano eu estava pensando em algo dessa natureza quando o @hbariani, blogueiro de primeira grandeza, me instigou a atualizar o blog e eu pensei escrever, de verdade, sobre o ano que está acabando.
2010 foi um ano difícil pra burro. Muito embora eu saiba que os dias são todos iguais e que a divisão em meses e anos pouco importa para o universo, a gente acaba percebendo que existem épocas, sejam meses ou anos, que são mais complicadas de administrar na nossa vida.
Pode ser negativismo, mas 2010 foi o ano do "não" para mim.
Eu não concretizei o projeto de ser independente, de ter meu próprio escritório.
Eu não coloquei minhas finanças em ordem; pelo contrário, estão uma zona.
Eu não recebi a grana que pessoas me devem, nem que estão pra sair em processos antigos.
Eu não comprei minha casa.
Eu não criei coragem para dirigir.
Eu não emagreci tudoo que precisava (8kg de 14 é muito pouco).
Eu não me vi livre desses remédios chatos.
Eu não fiz a viagem que queria.
Eu não me senti feliz com o trabalho que estava realizando; apesar de gostar muito do que faço e do local onde trabalho, caí nas "graças" de um cliente chato demais.
Eu não fui nomeada para o cargo no qual fui aprovada no concurso.
Eu não vi minha família e meus amigos o tanto que eu queria.
Eu não estudei, não me aperfeiçoei, não entrei no curso de inglês.
Esse ano eu vi um monte de coisa na minha vida sair do lugar, vi meu irmão doente, vi minha avó indo embora aos poucos (apesar de estar se aguentando ainda). Vi minhas mais novas sobrinhas nascerem e eu ficar aqui, de longe, só vendo fotos e sentindo saudade.
Ah, 2010, vai tarde.

2 comentários:

depokafe disse...

Blogueiro de primeira grandeza ?! Uau, nunca ninguém disse isso de mim. Obrigado.

Meu 2010 também não foi lá essas coisas não, mas não chegou a ser um desastre. Diria que foi mais ou menos.

As vezes é difícil se manter otimista, mas eu estou otimista para 2011, não sei bem porque. Tomara que o nosso ano novo seja melhor.

Amplexos e feliz ano novo !

Lori disse...

Já disse e repito:
2010, esse puto.