sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Falando de novo na dieta, eis o problema. Busquei trocentas informações, e todas me falam que preciso comer de 3 em 3 horas. Cadê o tempo para isso? Eu paro o que estou fazendo e digo ao cliente: espera que eu vou comer uma barra de papelão, digo, cereal? Não posso.
A questão da comida é algo que me chateia. Eu gosto de comer. E gosto de tomar vinho. Tudo moderado, sem exageros, mas sinto que não viveria bem se cortasse isso. Praticamente não como frituras nem doces. Evito gorduras aparentes. Como verduras e frutas. O que mais posso tirar da minha vida?
Muito complicada essa questão de peso, muito mesmo. Chato demais viver nessa guerra, porque a gente sempre sai perdendo.

Um comentário:

LuMa disse...

Adriana, seus pobremas são idênticos aos meus, sem tirar uma vírgula sequer! Com algumas coisinhas a acrescentar. O duro pra mim é renunciar ao vinho, friturinhas, carninhas, salaminhos, queijinhos e massinhas. Eu não viveria bem se me cortassem estas jóias da mesa.

Conclusão: você tem menos itens a renunciar, e por extensão, mais feliz que eu! LuMa